Passar para o Conteúdo Principal Top
Logótipo

municipio

Concerto "À La Carte"

Cultura
Concerto a la carte banner 1 1200 800
15 Fev
Adicionar a calendário 2019-02-15 12:26:00 2019-02-15 12:26:00 Europe/Lisbon Concerto "À La Carte" + Teatro Teatro Diogo Bernardes

+ Teatro

A 15 de fevereiro, às 21h30, no Teatro Diogo Bernardes, em Ponte de Lima, a Companhia de Teatro de Braga apresenta Concerto "À La Carte", de Franz Xaver Kroetz, com encenação de Rui Madeira e interpretação de Ana Bustorff.

“É preciso estar satisfeito. A insatisfação é uma doença.”
Ana Bustorff voltou à Companhia para uma grande performance.
Um texto único para uma actriz única.
Um espectáculo construído em partitura de silêncios.
O teatro já passou e a Vida é vivida tal qual é.
Há ecos e silêncios que a Vida produz: são a música do tempo e do lugar.
Habitamos e vivemos, cada vez mais, um mundo que é só nosso.
Livres e prisioneiros das nossas cabeças. Agimos. Organizamos e reorganizamos um Caos.
Reconstituímo-nos no Silêncio.
Depois de Bacantes e antes de Pesar, a Companhia de Teatro de Braga continuou na pista de um “théàtre de femmes”, como lhe chamou Kroetz.

Para o seu centésimo espectáculo a Companhia de Teatro de Braga decidiu voltar a um texto do realismo alemão, sem pretensão de mudar o Mundo através do teatro, mas afirmando, no contexto da criação artística, a posição da Companhia de não abdicar de ver e dar testemunho da Vida que nos rodeia.

Este Concerto “à la Carte” é um olhar frio, concreto, real até aos ossos, da vida vivida por cada vez mais mulheres em cada cidade. É a comédia social ao contrário. Se até aos anos setenta a tese era que o casamento seria uma invenção da burguesia e da classe dirigente para manter a
fortuna e o património no seio da família e confiado aos herdeiros, hoje, essa falsa moral ruiu e sobre a pressão do neo-liberalismo, a mulher é cada vez mais colocada entre o mercado da precariedade generalizada, com retorno à ideologia do casamento numa perspectiva de sobrevivência económica. Uma moral modernizada. Mas a realidade é cada dia mais cruel, depois dos preconceitos da dominação masculina, temos dois mercados cada vez mais competitivos: o do trabalho e o do casamento. E a mulher cada dia mais só. Por opção, dolorosa, por abandono, por razões a cada passo mais fortes e dramáticas. Há cada vez mais a Rua como espaço de espectáculo da dignidade que se quer manter e a casa, o dentro de casa, o interior, como espaço prisão que garante a Liberdade para que nos possamos despir dessa farda social.
E aí, nesse “teatro” a solidão, a crueldade da vida, torna-nos fantoches de nós mesmos. Mesquinhos e miseráveis. Inúteis e indiferenciados. Somos afinal aquilo que o neo-liberalismo quis fazer de nós: números, cabeças enredadas numa única luta: a sobrevivência a qualquer
custo.
Concerto “à la Carte” é a vidinha duma senhora, igual a tantas que moram no apartamento ao lado, que se cruzam connosco no supermercado, a quem olhamos sem ver e
que morrem sem sabermos e sem elas mesmas darem por isso. Não contam, fazem parte da estatística para a Europa, mas são apenas números.
É de facto uma comédia social ao contrário. É um espectáculo de risco. É um espectáculo de compromisso, de postura artística e ética sobre o nosso tempo.
É uma performance de actriz. De uma grande actriz que, mais uma vez escolheu o caminho mais difícil. Afinal o caminho da Companhia de Teatro de Braga.
Mas é também uma Homenagem a todas as Mulheres que não são acontecimento.
Rui Madeira

Ficha artística

Autor Franz Xaver Kroetz
Tradução Maria Adélia Silva Melo
Encenação Rui Madeira
Elenco Ana Bustorff
Assistentes de encenação Frederico Bustorff Madeira, Solange Sá
Cenografia e design gráfico Carlos Sampaio
Figurinos Sílvia Alves
Desenho de luz Fred Rompante
Desenho de som Pedro Pinto
Fotografia Paulo Nogueira
[Utilização do programa n.º 56 – “Paixões Cruzadas” de António Macedo e António Cartaxo, emitido pela Antena 1]

Ficha técnica

Director de montagem Fernando Gomes*
Técnico de som e vídeo João Chelo
Técnico de operação de luz Vicente Magalhães*
*Theatro Circo

Horário:

21h30

Local:
Teatro Diogo Bernardes
Preço:
4,00 €
Informação adicional:

Os bilhetes (4,00€) serão disponibilizados a partir das 9h00 do próximo dia 16 de janeiro (quarta-feira).

O número máximo de entradas a adquirir será de 4 bilhetes por pessoa, apenas no caso de existirem filas para a procura dos mesmos, podendo ir até ao máximo de 6 bilhetes por pessoa no caso de espectadores que pretendam adquirir a totalidade de lugares de uma frisa ou camarote de 1.ª classe ou camarote de 2.ª classe, com esse número de lugares (6 lugares), conforme constar na planta de lugares publicitada na Bilheteira do Teatro Diogo Bernardes e no website municipal, também apenas no caso de existirem filas para a procura dos mesmos (http://www.cm-pontedelima.pt/thumbs/uploads/writer_file/image/2230/MapaTDB_Final_1_1024_2500.jpg).

Relativamente aos pedidos realizados por correio electrónico, apenas serão atendidos os recebidos a partir da hora e data de disponibilização na bilheteira física, divulgada no mural oficial do facebook, nas mesmas condições acima indicadas e após serem satisfeitas as aquisições presenciais.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 258 900 414 ou pelo email teatrodb@cm-pontedelima.pt.

Maiores de 12 anos.