Passar para o Conteúdo Principal Top
Logótipo

municipio

Município de Ponte de Lima impulsiona Bibliotecas Escolares e potencia competências de literacia e de leitura

Educação
Biblioteca escolar 1 1024 800
18 Dezembro 2018

O Município de Ponte de Lima, através da Biblioteca Municipal, tem apostado na valorização de competências de literacia, na motivação para a leitura e na criação de hábitos regulares desta prática, promovendo, neste âmbito, atividades diversificadas, sistemáticas, articuladas e consistentes nas Bibliotecas Escolares do concelho.

Através do projeto “Escutar, Ler … Imaginar e Aprender – A Biblioteca vai à escola”, a Biblioteca Municipal tem percorrido as várias instituições de ensino do concelho e tem dinamizado ações de promoção do livro e da leitura, baseadas na fruição e no lazer, utilizando outras linguagens benéficas ao serviço do livro, como a expressão dramática, a música e a dança.

Contada em verso, a história “O casamento da gata”, de Luísa Ducla Soares tem servido de mote para o desenvolvimento da ação, que apresenta uma celebração insólita, com um final imprevisto.

As crianças participaram na sessão e representaram os animais na história com um resultado surpreendente, criativo e animado.

Neste período participaram no projeto os Jardins de Infância de Arcozelo, de Cepões, de Brandara, de Calheiros, de Freixo, de Sandiães, de Ponte de Lima, da Santa Casa de Misericórdia de Ponte de Lima; e também os Centros Educativos da Ribeira, da Correlhã, das Lagoas, de Vitorino dos Piães, da Feitosa, de Refoios, da Facha, de S. Martinho da Gandra, de Arcozelo e na EB1 Rebordões de Souto.

Dada a sua relevância e o papel crucial e determinante que a leitura desempenha no desenvolvimento pessoal, social e escolar dos alunos esta prática constitui-se como uma prioridade e vai ter continuidade nos próximos períodos escolares com o desenvolvimento de outras ações de fomento do livro e da leitura.

Torna-se cada vez mais premente que as escolas e as bibliotecas escolares partilhem experiências e sejam impulsionadas com iniciativas dinâmicas, interativas e enriquecedoras que permitam o desenvolvimento da linguagem e da personalidade dos alunos e a criar, efetivamente, o hábito de ler, tornando o aluno num leitor ativo, com mais conhecimento, mais consciente, mais crítico, mais responsável e mais interventivo.